Em 1707,  um Sítio Igreja.  Em 1712, pequeno povoado já bem habitado necessitando de um padre para lhe dar assistência religiosa. Em 1735, quando criada a freguesia, contava algumas dezenas de habitações. Em 1859 elevada a categoria de cidade.

Santuário de Nossa Senhora de Fátima

Russas em seus 211 anos de emancipação política apresenta momentos significativos na história, com a participação completa da Igreja, na organização e administração da cidade.

Residência dos Jesuítas

A Capela de Nossa Senhora de Fátima -Em Novembro de 1955, o padre Abdom Valério, recém- chegado a esta cidade, recebe como doação do Sr. João do Carmo Rebouças, uma capelinha com a inovação de Nossa Senhora de Fátima. Em 1966 foi iniciada a construção de uma nova capela, pois a primitiva já se tornava pequena para o grande número de fiéis. Foi inaugurada no dia 31 de Julho de 1968, dia consagrado a Santo Inácio de Loyola, fundador da Sociedade de Jesus. A construção deve-se ao grande esforço do padre Valério e de donativos do povo.

A administração desta capela está confiada aos padres jesuítas. Com a chegada do padre Valério a Russas, no ano de 1935, este deu início a construção de uma casa para a residência dos padres jesuítas, lançando a pedra fundamental no dia 13 de Novembro de 1935. A construção da referida casa é de 26 de Dezembro de 1955, e sua inauguração se deu no dia 15 de Agosto de 1958, pelo Bispo Diocesano Dom Aureliano Matos.

Escola de 1º Grau Cel. Murilo Serpa

Inaugurada no dia 9 de Maio de 1974, funcionou inicialmente em um prédio cedido pela Campanha Nacional de Escolas da Comunidade (CNEC), o centro educacional Zacarias Ramalho.

.

 Fonte: Limério Moreira da Rocha.

Livro: Russas. Sua Origem, Sua Gente, Sua História.