Economia

Localizada numa região de solo fértil do Vale Jaguaribano, Russas sempre foi ponto estratégico para o transporte de pessoas e mercadorias. Isso ocorre por ali ter passado a Estrada Real do Jaguaribe no período colonial, depois a estrada Transnordestina e hoje a BR 116 ou Rodovia Santos Dumont.

O centro primitivo da cidade está situado geograficamente entre o Riacho Araibu, afluente do Rio Jaguaribe, e a Lagoa da Caiçara. Estando localizada na microregião do Baixo-Jaguaribe, Russas foi primeiramente palco do ciclo do gado, depois do algodão, da carnaúba e da laranja. Esta última lhe rendeu o título de “Terra da Laranja Doce”, pois se criou uma verdadeira marca para a laranja da região, a “Laranja de Russas” nacionalmente conhecida.

Hoje a indústria de cerâmica e de calçados Dakota dinamizam, juntamente com o comércio e serviços, a economia de todo o estado gerando milhares de empregos. Sendo que na comunidade do Telecentro da UNACR  prevalece o comércio e serviço.

No campo da agricultura o projeto Chapadão de Russas foi criado para potencializar a economia e torná-la uma das mais prósperas do Nordeste. Na cidade de Russas localizam-se cerca de uma centena de indústrias: de alimentos, gráficos, ceramistas, calçados, paramentos funerários, produtos de higiene, artesanato.

O turismo tambérm é uma das fontes de renda devido aos atrativos históricos/arquitetônicos:

  • Monumento Obelisco (na praça da Matriz Nossa Senhora do Rosário)
  • Praça Monsenhor João Luís e Coluna da Hora
  • Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário de Russas
  • Igreja Presbiteriana de Russas
  • Museu Padre Júlio Maria
  • Centro Cultural Padre Pedro de Alcântara
  • Praça da Carnaúba/Estudante
  • Casa Gondim/Centro histórico da cidade
  • Mercado Público José Martins de Santiago
  • Antiga Cadeia Pública e Câmara Municipal/Fórum
  • Sede do 1º Batalhão Militar
  • Igreja de São Francisco/Col. Estadual
  • Igreja São Sebastião e busto de Dom Lino
  • Casarão e Farmácia Ramalho
  • Mosteiro dos Jesuítas
  • Santuário de Nossa Senhora de Fátima
  • Igreja de São Bento
  • Associação Atlética e Cultural de Russas
  • Casa Paroquial
  • Casa do Padre Edvaldo
  • Ponte Gov. Virgílio Távora
  • Auditório Lino Gonçalves
  • Casa das Irmãs Cordimarianas
  • Biblioteca Municipal Pedro Maia Rocha

e atrativos naturais:

  • Ilhota, no Rio Jaguaribe, onde foi rodado cenas do filme “Doce de Côco”
  • Bancos de areia
  • Balneário das Bombas
  • Banho do Pedro Ribeiro
  • Açude de Santo Antônio de Russas, próprio para mergulho
  • Pedras do Sítio de Baixo/Cipó
  • Riacho Araibu
  • Lagoa da Caiçara

fonte: Wikipédia.

Início