A economia da comunidade se dá através:

Da agricultura de subsistência (cultivo do milho e feijão)

Seus moradores retiravam seu sustento das plantações aqui existentes eram elas carnaúba, feijão, milho, roça, alem dos proprietários a terra e outros moradores também trabalhavam ou arrendava terras.

“A agricultura é a arte de saber esperar.”

Ricardo Bacchelli

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Da pecuária rústica (criação de caprinos, ovinos, bovinos e suínos)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Do rendimento da castanha do cajueiro, que em sua devida safra da lucros para a comunidade.