Metareciclagem Metareciclagem Metareciclagem Metareciclagem
Inicio » Noticias » Lixo eletrônico é transformado em Árvore de Natal
Tamanho da letra
A+ A- A


Lixo eletrônico é transformado em Árvore de Natal
Imagem Do couro sai a correia, nos ensina o velho ditado. Em Curitiba, a sucata eletrônica dá forma e vida a personagens bíblicos e se transforma em presépio de natal. Do lixo, que surge com a evolução tecnológica e a atualização periódica de equipamentos como computadores e telefones celulares, o engenheiro civil, Maurício Beltrão Fraletti, com a ajuda de 40 crianças e dois artesões, montou uma exposição, no hall de entrada da Agência dos Correios da Avenida Marechal Deodoro, no centro da capital paranaense, chamando a atenção de milhares de pessoas.

      Componentes de um computador, por exemplo, são transformados em figuras que representam o pastor, boi e burro das passagens bíblicas, ou os três magos, como Mechior, do ouro e da realeza, Gaspar, da divindade espiritual e Baltasar, da mirra (imortalidade), além de Jesus, Maria e José. São nove robôs que acenam e cantam músicas natalinas. Frases e cartões de natal completam a mostra.

      A instalação, que conta com perto de 50 monitores só na árvore de natal, surgiu de parceria com a Prefeitura de Curitiba, através da Agência Curitiba de Desenvolvimento e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, que para complementar um ciclo para as empresas de tecnologia, convidou o Instituto Brasileiro de Eco-Teconologia (Biet) para fazer parte do Programa Curitiba Tecnoparque e dar destino final ao lixo eletrônico – ou sucata da informática – para as empresas ali instaladas.

      A exposição, segundo o diretor-presidente da Agência Curitiba, Juraci Barbosa, procura despertar na sociedade o questionamento do que fazer com o lixo tecnológico? Criar uma nova cultura às novas gerações. Empreendedorismo, inovação e responsabilidade. A resposta está na mostra e na parceria com o Biet, instalado no Sítio Cercado e que vem agindo corretamente no destino do lixo em respeito ao meio ambiente.

      Amarildo Ramos de Lima, supervisor dos Correios da Marechal Floriano, diz que a exposição tem chamado a atenção de centenas de pessoas que procuram os Correios. Além de explicar às pessoas o que significa e o que representa a Árvore de Natal e os robôs, funcionários da agência estão arrecadando peças eletrônicas sucateadas para encaminhá-las ao instituto Biet.

      A estudante Vanderleia Castro, de Araucária, ficou horas observando os componentes e a árvore de natal e disse que nunca tinha visto tanta criatividade com equipamentos descartáveis. Marcos Antonio Silveira (12 anos) garantiu que já sabe o que fazer com teclados, celulares e CDs velhos que tem em seu quarto. "vou tentar fazer um robô".

      A mostra ficará aberta ao público até o dia seis de janeiro, quando será desmontada e retornará ao instituto Biet. O engenheiro Maurício Fraletti informou que este ano estará também no litoral com oficinas de robótica numa parceria com o governo do Estado e que pretende levar seu conhecimento em instalações com lixo eletrônico a todo o Estado para contribuir com a natureza. Segundo ele, esses lixos têm vários elementos químicos que podem causar sérios danos ambientais, além de metais preciosos, que podem ser reaproveitados.



Fonte: http://www.agencia.curitiba.pr.gov.br/publico/noticia.aspx?codigo=252


Comentar - Ver comentários
Nome: Email:
Comentário:

+ =
Limite de caracteres: 140
Comentários
© Copyright 2010 - Projeto MetaReciclagem com Lixo Tecnológico
Desenvolvido por Júlio César